Início » Resenha do Filme Cruella: Um nova visão para uma vilã

Resenha do Filme Cruella: Um nova visão para uma vilã

Hoje iremos falar sobre o novo filme da Disney+ Cruella, a vilã do filme 101 dalmatas. Esse filme, assim como o filme sobre Malevola, conta a história da personagem antes do filme em que ela é vilã. Trazendo no Elenco a ganhadora do Oscar, Emma stone no papel príncipal, esse filme promete ser um sucesso.
A Cruella é uma vilã do filme 101 dalmátas, original de 1961, que quer a qualquer custo ser a primeira estilista a lançar uma coleção de casaco de pele de Dalmátas. Para isso, ela tentar sequestrar os filhotes de Pongo e Perdida (um casal de dálmatas). No seu filme solo, é contada a história antes dela se tornar a estilista Cruella.

Resenha do Filme Cruella
Foto: Disney+ (Divulgação)


Sinopse de Cruella

Ambientado na Londres dos anos 70 em meio à revolução do punk rock, o filme da Disney mostra a história de uma jovem vigarista chamada Estella (Emma Stone). Inteligente, criativa e determinada a fazer um nome para si através de seus designs, ela acaba chamando a atenção da Baronesa Von Hellman (Emma Thompson), uma lenda fashion que é devastadoramente chique e assustadora. Entretanto, o relacionamento delas desencadeia um curso de eventos e revelações que farão com que Estella abrace seu lado rebelde e se torne a Cruella, uma pessoa má, elegante e voltada para a vingança. Classificação indicativa 12 anos, contém violência e drogas lícitas.

O que eu achei do filme?

É aquele filme que começa parecendo um filme de criança, mas que vai te fisgando e te deixando atraído pela história, que achei que foi bem desenvolvida. AEstella que é incialmente apresentada, tenta ser a versão “boa” e desenvolve bem o seu papel, até que acontecimentos despertam seu lado malvado e ela se torna a Cruella.
Na primeira parte do filme, Estela é apresentada como uma criança que demonstra ter algum transtorno bipolar e a mãe pede que ela controle essa parte da personalidade. Com os acontecimentos do filme e a passagem temporal observamos que ela até tenta se controlar mas como sempre acontece algo que libera a Cruella. 
A construção do personagem foi perfeita, e faz até você entender e amar-lá. O final surpreende um pouco e não acredito que siga para uma continuação ou novo filme dos 101 dálmatas, pelo menos não da maneira convencional.
O figurino, e as cenas foram muito bem ambientadas. Inclusive auxiliaram na construção da narrativa e pode demonstrar uma evolução da personagem. Todas as peças se encaixaram nas cenas, inclusive o figurino dos personagens secundários. 
A maquiagem também foi algo que chamou atenção pois a mudança de Estella, que quase não usava nada para  Cruella que apresentou-se  na maioria das cenas com um incrível batom vermelho e uma maquiagem mais carregada (mas muito bem feita).
O filme tem 2 h de duração, mas eu nem senti passar. Consegui aproveitar bem como se fosse um filme curto, achei que não enrolaram na descrição da história nem dos personagens. Amo quando os roteiristas são objetivos sem perder a ideia. 

Sobre os personagens

Resenha do Filme Cruella
Fonte: Disney+ (divulgação)


Para mim, o destaque do filme foi Emma Stone, ela foi simplesmente perfeita na atuação, conseguiu capturar com singularidade e dualidade da personalidade de  Estela e Cruella .  A complexidade da atuação foi observada quando até as expressões faciais dela se alternavam e voltavam ao original em uma facilidade que só tinha observado no filme do Coringa com Joaquin Phoenix

Resenha do Filme Cruella


Os outros personagens que foram meus amores no filme foram os doguinhos que acompanharam toda a transformação. Além de fofos, auxiliaram na trama, trazendo uma sensação de aconchego ao filme. Como não amar?
Eu poderia ficar horas falando sobre o filme, mas eu acho que poderia acabar dando spoilers e cortando um pouco da magia que é assistir o filme. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *