Vocês sabem o que é fluência?

17 agosto, 2020

Na postagem de hoje eu decidi falar um pouco sobre a tão sonhada fluência, e, neste caso, irei focar na fluência em inglês. Como você se sente em relação a ser fluente? O que vocês imaginam sobre como é ser fluente?


Segundo o dicionário "Oxford", a fluência é uma característica do que é natural, espontâneo; fluidez. Então, no sentido figurado, a fluência é uma qualidade de quem se expressa com clareza.


Foto: Canva Pro



Eu costumo dizer que é preciso entender aonde se quer chegar antes de começar a estudar: Quando eu comecei a estudar inglês, eu nunca havia pensado em fluência. Eu comecei a estudar porque gostava de jogar videogame – ria quem quiser. E, com o passar do tempo, eu comecei a gostar de estudar; sempre tive muito contato com filmes, livros, jogos e músicas em inglês e, eu acredito que isso tenha me dado certa facilidade com o listening, reading, writing – mas a falta de interação com pessoas que falavam o idioma me deixou "cabreira" no speaking, ou seja, por mais que eu soubesse muito do resto, o speaking estava ali "capengando"; Então, eu não era fluente no idioma mesmo conhecendo muito de regras gramaticais. Será que isso é possível?


Foto: Canva Pro

Para mim, a fluência só chegou quando eu comecei a pensar em inglês, falar em inglês e, às vezes, até sonhar em inglês. O que eu quero dizer é que, eu me tornei fluente neste idioma no momento em que eu fazia tudo em inglês com normalidade – Estava apta a me comunicar sem precisar traduzir para o português e na mesma velocidade que eu falo minha língua materna. Então, a minha impressão sobre a fluência é que essa habilidade está realmente associada à fluidez do pensamento, por exemplo: se você lê algo ou ouve algo e não precisa recorrer à tradução para compreender, ou simplesmente fala alguma coisa sem ter que montar a frase pedacinho por pedacinho, sem um delay maior que o normal - eu considero essas características de alguém que é fluente - e, entenda, vale ressaltar que não estou falando de falar inglês como nativo! Muitas pessoas confundem isso.


Falando um pouquinho mais sobre aprendizado, eu acredito que a beleza de estudar inglês, ou qualquer outro idioma, é a oportunidade de voltar a ser criança – dizem que criança aprende mais rápido, né?  


Foto: Canva Pro

Vamos pensar em como uma criança aprende o idioma: a mãe/o pai fica ali repetindo as palavras sem parar e, do nada, a criança também repete, depois começa a construção de frases soltas, e por fim, o estudo das normas na escola – vocês conseguem perceber alguma semelhança com o inglês?

Primeiro, devemos aprender a pronunciar corretamente as palavras e é por isso que praticar a pronúncia é tão importante. Em segundo, a construção de vocabulário associada ao estudo da gramática. Mas, sem dúvida, a prática “all the time” faz toda diferença nesse processo.


Como vocês se sentem em relação a ser fluente?

Quais são os medos e as dificuldades de vocês?

Quais as habilidades que vocês acham importante desenvolver?

10 comentários :

  1. Costumo dizer que sou muito boa em ouvir e ler em inglês e entender sem precisar de tradução, mas quando o assunto é escrever e falar sou uma negação, ou seja, ainda faltam alguns esforços para que eu seja fluente. Tanto que estou pensando em começar a fazer aulas particulares de inglês.
    Gostei muito das suas dicas e super concordo com a ilustração sobre uma criança aprender mais rápido.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo feedback! A prática vai te levar ao "desbloqueio" dessas habilidades! Comece com frases curtas, se apresentar, apresentar pessoas, descrever objetos e locais, falar sobre a rotina - coisas do seu universo diário, aplique o que está estudando e depois busque corrigir o que errou. As aulas particulares podem ser boas para auxiliar neste processo de monitoramento! ♥

      Excluir
  2. Já fiz inglês e preciso retomar. Mas o melhor método, para mim ao menos, é aprender como uma criança.

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Time to study again!!! Sempre bom estudar um idioma, eu amo !

      Excluir
  3. Quando eu fazia inglês a professora falava isso de voltar a ser criança e aprender tudo do zero, mas no meu caso isso me assusta muitoo e eu acabo não vendo por um lado tão positivo. Mas sei que é um problema meu hahahahaha.
    Adorei o post :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo feedback! Então, voltar a ser criança é o jeito mais "fácil" de construir o raciocínio no idioma de forma assertiva! Porém, se te assusta, você deve buscar outras formas - por exemplo a imersão pode ser uma forma que te ajude! Estar em contato diariamente com o idioma e usar, cada vez menos o português, por exemplo. Eu colocava post-it na casa inteira para lembrar das palavras. haha!

      Excluir
  4. Já fiz mais preciso voltar a estudar. Inglês é um idioma que eu mais amo, mas é necessário dedicação pq a língua não é tão difícil.
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  5. Adorei saber sobre a fluência e mal vejo a hora de estar nesse nível.
    Estou fazendo o curso de inglês e pelo meu desenvolvimento devo demorar anos para ficar fluente.
    Mas o importante é nunca desistir.
    Beijos. 
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo feedback! Concordo contigo que o importante é nunca desistir! Se eu posso te dar um conselho de teacher, não se preocupa com o tempo - se preocupa em consolidar o que você está estudando e pratica muito! A fluência está bem associada com ser algo espontâneo/ natural. Às vezes a gente se preocupa muito com as regras e fica naquela fala engessada.

      Excluir